Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

ANTEVISÃO: UTAX 2016

por Pedro Caprichoso, em 17.03.16

utax.jpg

 

Costuma-se dizer que não há duas sem três. Mentira. Nem sempre conseguem-se dar três. Mente quem diz que consegue. Sempre? Não acredito. Eu não consigo. Por vezes dou duas e já não consigo dar mais. Fico-me pelas duas. Não no UTAX. No UTAX já dei três—e não haverá três sem quatro. 2012, 2013, 2014, ano sabático em 2015 e regresso apoteótico em 2016. Não vos deixarei mal. Os meus fãs e patrocinadores podem contar comigo. Prometo-vos. Nem que tenha de repetir a minha última performance. Terei todo o gosto de adubar novamente a Serra da Lousã por meio do meu aparelho digestivo.

 

borrartodo.jpg

 

Não quero saber que tenha estado 3 semanas em coma induzido em resultado de um acidente de viação; não quero saber que tenha engordado 30kg durante esse período; não quero saber que o meu mapa astrológico desaconselhe a minha presença em eventos desportivos a sul do rio Douro. Caguei. Siga. Desistir não faz parte do meu vocabulário. Perigoso é o meu segundo apelido. O terceiro é Tesudo. Acredito em todos os clichés e frases feitas vomitadas nas redes sociais. Tenho fé. Acredito que basta acreditar. Como lama com estrelitas ao pequeno-almoço, depilo-me com carqueja da Serra da Freita e por vezes não publico os meus treinos nas redes sociais. Nunca empreguei um hashtag. Vivo no limite.

 

Posto isto, na minha autoproclamada qualidade de veterano do Ultra Trail Aldeias do Xixi, leiam bem o que eu tenho para vos dizer. É muito importante. Ide buscar um bloco de notas e uma esferográfica. Este meu conselho pode representar a diferença entre desistir num charco de lágrimas ou ser finisher e eventualmente papar uma voluntária. O segredo para ser finisher do UTAX (e ainda acabar com força suficiente para papar a voluntária) está na vossa cabeça. É mental. À partida de uma prova destas há que interiorizar o seguinte: a determinado momento irei passar mal e vou querer desistir. Repitam 110 vezes: “A determinado momento irei passar mal e vou querer desistir”. Uma repetição por cada km de sofrimento, como se de um mantra budista se tratasse. Ninguém faz o UTAX sem passar por períodos maus. Ninguém. Nem o Vitorino Coragem. Coragem. Perante tal inevitabilidade, restar-vos-á receber o homem da marreta de braços abertos, abrandar, repor calorias e esperar que ele vos deixe em paz. O maior erro dos novatos (e de alguns burros velhos) é ranger os dentes e tentar lutar contra o homem da marreta. Lutar contra a marreta é estúpido. Não sejas estúpido. Ninguém vence a marreta.

 

Tenho uma boa notícia para quem fez os Abutres e ainda não fez o UTAX: os Abutres são um bom teste para o UTAX. A única diferença é que o UTAX tem mais 60km. Coisa pouca. Quem faz 50, faz 110. Façam assim: multipliquem o vosso tempo dos Abutres por 2,5 para que a vossa cara-metade saiba a que horas vos deve esperar na recta de meta. É desumano ver crianças ao colo das mães durante horas a fio na expectativa de fazerem os últimos 50 metros com o pai. Já vi gente ser acusada de maus-tratos por menos.

 

balloon-940x626.jpg

 

Poder-me-ão facilmente identificar à partida do UTAX. Serei o tipo com o balão das 17h. Vou fazer de lebre da minha colega de equipa Fernanda Verde. Tentarei aguentar-me com ela o maior tempo possível. Pelo menos até ao nascer do dia. Isto se ela não me abafar antes, deixando-me a comer o seu pó.

 

Lamento informar-vos, mas nem todos conseguirão acabar o UTAX. Tudo depende do vosso peso corporal e da marca das sapatilhas. Uma vez que estou com 30kg a mais, terei de compensar o excesso de peso recorrendo ao modelo de calçado mais caro do mercado. Falo, como é evidente, das novíssimas Adidas Speedcross.

 

17871040_BBoah.jpeg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D