Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

Glossário do Trail Running

por Pedro Caprichoso, em 23.07.15

Dada a importância da comunicação no mundo actual, os novatos no mundo do Trail Running podem encontrar em baixo a tradução de algumas das expressões mais utilizadas no âmbito do nosso desporto. O TopMáquina faz serviço púbico (sic).

 

homer_running.jpg

 

«És uma máquina»

Tradução: És melhor do que eu.

 

«Sou finisher»

Tradução: Cheguei ao fim com o dobro do tempo do vencedor.

 

«Estou todo empenado»

Tradução: Não consigo pôr-me de cócoras e cagar à caçador. Para além disso, tenho dores das unhas dos pés à ponta dos cabelos.

 

«Estou todo assado»

Tradução: Tenho o rêgo do cu em ferida, as virilhas em carne viva e os tomatinhos chamuscados.

 

«Levei com a marreta»

Tradução: Estava a sentir-me nas nuvens e, de repente, perdi todas as minhas forças. Fui do céu ao inferno num estalar de dedos. Transformei-me num zombie.

 

«Vou fazer a prova em ritmo de treino»

Tradução: Não tenho pernas para fazer um bom resultado, por isso finjo que vou fazer um treino rápido.

 

«Tive problemas ao nível do aparelho gastrointestinal»

Tradução: Caguei-me todo!

 

«Não gosto de provas muito técnicas»

Tradução: Tenho medo de cair nas descidas e rachar os cornos contra um eucalipto.

 

«Não gosto de inventar desculpas, mas…»

Tradução: Sou um génio na arte de inventar desculpas.

 

«Faço provas só para me divertir.»

Tradução: Não tenho pernas para lutar por uma boa classificação.

 

«Para mim os resultados não contam.»

Tradução: Não tenho pernas para lutar por uma boa classificação.

 

«Obrigado a todos os que me apoiam.»

Tradução: Obrigado, docinho, por tomares conta da Tânia Vanessa enquanto eu vou correr; e por teres o jantar pronto quando eu chego do treino.

 

«Never give up!»

Tradução: Eu nunca desisto… a não ser que me aconteça algo que me impeça de acabar a prova.

 

«Não tenho treinado nada.»

Tradução: Tenho treinado mas não tenho pernas para lutar por uma boa classificação.

 

«Treino no limite, tenho cuidado com a alimentação e levo o descanso muito a sério.»

Tradução: Corro quando me apetece, como batatas fritas de pacote e adormeço no sofá enquanto a minha mulher vê a Anatomia de Grey.

 

«Doem-me as mamas a correr.»

Tradução: O período não é uma doença, mas é uma excelente desculpa para não treinar.

 

«Estou sem motivação para treinar.»

Tradução: Corro porque está na moda e não tenho paixão pela corrida. Se tivesse paixão, não precisava de motivação.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D