Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

MITOS DO TRAIL NACIONAL

por Pedro Caprichoso, em 18.08.15

Há uma série de mitos a circular nos seios do Trail Nacional – e está na hora de alguém os apalpar, perdão, desmascarar. Embora muitos já tenham sido cientificamente refutados, eles teimam em permanecer no nosso subconsciente colectivo. Eis alguns desses mitos que, simplesmente, não correspondem à verdade.

 

maxresdefault.jpg

 

 

  1. O Telmo Veloso e a Susana Simões são casados.

Falso. O Telmo e a Susana não são marido e mulher. Eles conheceram-se na primeira edição da Color Run e não passam de amigos coloridos.

 

 

  1. Treinar em jejum faz mal.

Mentira. Treinar em jejum faz bem. Faz emagrecer. Sobretudo se o treino for realizado depois das 6h da tarde.

 

 

  1. Jérôme Rodrigues tem o Speedy Gonzalez tatuado na coxa esquerda.

Errado. Não é o Speedy Gonzalez. É o rato Mickey com um chapéu de cowboy.

 

 

  1. O segredo da Analice é comer sopa de hortaliça ao pequeno-almoço.

Nem pensar. O segredo da Analice é outro. Chama-se doping. A atleta septuagenária já teve 3 controlos positivos, mas a ATRP abafou tudo. Uma vergonha.

 

 

  1. Não se deve fazer o truca-truca na véspera das provas.

Disparate! Este mito é um clássico. É claro que se pode. Aliás, deve-se. O ideal é fazê-lo meia-hora antes do tiro de partida. O truca-truca tem duas vantagens imediatas: relaxa os músculos e liberta a ‘carga’. Um tipo até parece que corre mais leve.

 

 

  1. Jorge Serrazina vai cortar o bigode quando fizer o Tor des Geants.

Incorrecto. Este mito é duas vezes falso. O Jorge já fez o Tor des Geants e não cortou o bigode como forma de celebrar o feito. Em vez disso, tatuou o logotipo da prova italiana abaixo do umbigo com a seguinte inscrição: “Estás na presença de um gigante!”

 

 

  1. O UTSF não faz parte do Circuito da ATRP porque o Moutinho não quer.

Podia ser, mas não é. Ninguém percebe por que razão o UTSF não faz parte do Circuito Nacional – e todos partem do princípio que o Mountinho está a marimbar-se para o Circuito da ATRP. De todo. Acontece que o UTSF distribui minis nos postos de abastecimento e tal viola o regulamento de álcool da ATRP. É essa a razão. Percebido?

 

 

  1. O Carlos Sá e o Armando Teixeira são grandes amigos.

Nada pode estar mais longe da verdade. A verdade é que o Carlos e o Armando não se podem ver. O último desentendimento entre os dois teve lugar num bar de Ermesinde. Testemunhas no bar afirmam que na origem da altercação esteve a disputa sobre qual é a prova mais dura do mundo: se o Tor Des Geants ou a Badwater. Armando defendia que é a Badwater; o Carlos que é a Tor De Geants.

 

 

  1. Misturar isotónico com gel causa diarreia.

Onde é que as pessoas vão buscar estas coisas? Misturar isotónico com gel causa flatulência. São coisas diferentes. Diarreia é cocó no estado líquido. Flatulência é cocó no estado gasoso. Este, porém, é um erro totalmente aceitável – pois é preciso um Mestrado em Química distinguir as duas coisas.

 

 

  1. O Autor deste blogue trabalha nas Produções Fictícias e namora com a Analice.

Deixem-me rir! Eu não trabalho nas Produções Fictícias.

 

 

  1. Calções de compressão melhoram o rendimento.

Depende. Melhoram o rendimento desportivo, mas prejudicam o rendimento sexual. O escroto é o saco de pele que abriga a tomateira e a mantém 3°C abaixo da temperatura do corpo (37°C). Se o tempo estiver frio, o escroto contrai-se e traz a tomateira para perto do corpo. Se estiver quente, mantem a tomateira afastada do corpo. Tudo para que a tomateira permaneça a 34°C com vista à produção óptima de espermatozóides. Acontece que a compressão impede que a tomateira se afaste do corpo, assando-a. Só mais uma vez: tomateira.

 

 

  1. Cãibra indica falta de potássio e a banana previne a sua ocorrência.

No fucking way! Cãibra indica falta de treino – e ocorre que tu és um banana por acreditares que a banana previne as cãibras.

 

 

  1. Correr deforma os seios das mulheres, especialmente se forem muito volumosos.

Santa ignorância! A corrida não deforma a mulher. Deforma o homem. Especialmente se o homem correr na companhia de mulheres com seios muito volumosos.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D