Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

Rescaldo TLSM 2016

por Pedro Caprichoso, em 18.05.16

1532146_635961173163614_8331680516148149374_n.png

Quero dedicar a minha prestação no TLSM—Trail Longo de São Mamede a uma pessoa muito especial. Sem ela, nada disto seria possível. É nela em que eu penso nos maus momentos—e nos bons também. No fundo, estou sempre a pensar nela. Obrigado, Jérôme. O meu 6.º lugar também é teu. O Lince disse-me que precisava de “soltar-se” e eu aceitei aquecer com ele meia-hora antes do tiro de partida. Atenção que o “soltar-se” do Jérôme tem dois sentidos: há o “soltar-se” a nível muscular e há o “soltar-se” a nível intestinal. Certo é que ele abafou-me nos dois sentidos—e eu, em boa hora, resolvi abdicar da estratégia que havia preparado para a prova. O plano era partir a matar, aproveitar o facto do Jérôme e do Ricardo virem de lesões, queimá-los e dar-lhes um bigode de maneira a cair nas boas graças da direcção da EDV-Viana Trail. Estou farto de ser o número 3 aos olhos do nosso Presidente. No entanto, depressa tirei o cavalinho da chuva quando senti que o careca estava mais forte do que eu—e fui obrigado a encarar a prova com mais juízo. Escapei assim ao homem da marreta, terminei a prova a dançar o vira e ainda sobraram-me pernas para fazer o EGT.

 

maxresdefault.jpg

 

O felino aproveitou o aquecimento para ir ao monte aliviar a tripa. Tudo normal. O que não é normal é o cocó ter saído florescente. Como é que eu sei? Sei porque era de noite. A prova começou à meia-noite, lembram-se? Eu estava a 20 metros do cagão e os excrementos eram visíveis a essa distância. Não admira que depois tenha havido pessoal a perder-se nos primeiros 500m de prova. Confundiram o cocó com a sinalização da organização e lixaram-se. Parece que as fezes florescentes são resultado de um novo protótipo das barras Olimpo. As Barras “Simpson” são polvilhadas com pepitas de urânio e plutónio—e foram desenvolvidas em homenagem ao trabalhador de central nuclear mais famoso do mundo: Homer Simpson. Aproveitando a deixa, uma vez que «quando caga um português, cagam logo dois ou três», também eu arreei o calhão de maneira a partir mais leve. Como não tinha toalhitas comigo, vi-me porém obrigado a limpar o rabo a uma fita. Voltei a colocá-la no sítio, como é evidente, pese embora lhe ter dado o vento e ter levado com o lado borrado na cara. É a Lei de Murphy em acção.

 

13233299_10153575286624599_1041350300_n.jpg

 

Uma grande equipa vê-se nos detalhes. Exemplo: para a EDV-Viana Trail, uma prova não começa com o tiro de partida. Começa muito antes do que isso. Foi por isso lindo assistir ao trabalho de equipa levado a cabo pelo Jérôme e pela Fernanda Verde. Estávamos já todos reunidos, como gado, à espera da largada, quando um grupo de meninas se junta à minha frente. A saber: Cristina Couceiro, Fernanda Verde, Sara Brito e Salete Tavares. Inicialmente falavam de moda, censuravam as atletas decotadas e cortavam na casaca dos seus respectivos. Nisto, do nada, a Fernanda atira: “Já viram a mochila do Jérôme? Está muito gira.” E enquanto as outras admiravam a dita mochila, a Fernanda aproveitou e, pelas costas, encheu-lhes as mochilas com pedras. É verdade que de pouco lhe serviu, já que a atleta da EDV-Viana Trail foi obrigada a desistir no seguimento de uma gripe mal curada. Ainda assim, seja como for, foi lindo de ver. Orgulho!

 

13139251_1142539315785983_3625558447118315513_n.jp

 

O Jérôme ficou amuado porque não foi o único a estrear equipamento novo em Portalegre. Pedro Marques—também conhecido como o Ranheta Cinquentão—participou no UTSM e estreou uma t-shirt em homenagem a este post do TopMáquina. Quanta honra! Quanto caganço! Quanto desespero! Tanto trabalho só para aparecer novamente neste espaço. É triste ao ponto a que as pessoas chegam. Há quem já me tenha oferecido o seu corpinho como forma de pagamento. A propósito, aproveito para informar que não gosto de homens de meia-idade. Prefiro-os mais novinhos—e tenrinhos. Só é pena o Facada ter-se cortado—deve estar a poupar-se para uma prova de aldeia—e o Cocó tenha escolhido participar no TLSM. Tivessem todos disputado o UTSM e teriam certamente vencido por equipas.

 

12888790_1049044638517249_5470027342150105144_o.jp

 

O Rui Luz enganou-se no último km, cortou caminho e acabou à frente do Jérôme sem tê-lo ultrapassado. Perante isto, exibindo o fair play que o caracteriza, o javali escreveu o seguinte na sua página do facebook: “Caso algum dos atletas/equipas se sinta prejudicado com o facto de eu ter sido classificado na prova, poderá escrever aqui, enviar mensagem privada ou contactar a Organização.” Assim sendo, dirijo-me por este meio ao Rui de maneira a informá-lo de que me sinto extremamente prejudicado. Não pelo teu erro involuntário—o percurso no local em causa mudou em relação aos anos anteriores e eu próprio ter-me-ia enganado se o Semedo não me tivesse avisado—mas antes pelo teu penteado. Eu gosto de ser o centro das atenções e tu, com o teu penteado, roubaste-me o protagonismo. Basta dizer que, em Portalegre, só autografei 2 soutiens e 3 cuecas de homem. Resta dizer que o Rui foi inicialmente alvo de uma penalização de 5min e que o Jérôme recusou-a. Achou pouco. Queria mais. O Rui fez-lhe então uma nova proposta: juntou-lhe mais 2min de penalização e uma massagem relaxante depois do duche. Escusado será dizer que o Lince aceitou na hora. “Nesse caso, esquece os 2min. Chega-me a massagem”, rematou ele.

 

Capture2.JPG

 

A Organização está de parabéns. Finalmente uma prova que presenteia os atletas com um conjunto de prémios com utilidade e aplicabilidade no dia-a-dia. Pessoalmente, estou farto de bibelots. Foram 8h de viagem entre Viana do Castelo e Portalegre e, à vinda, demos uso às cadeiras de cortiça e às garrafas de vinho para fazer um piquenique a meio da viagem. O nosso Presidente está infelizmente com excesso de peso (ver vídeo abaixo) e sentou-se no troféu do Ricardo, partindo-o. Vendo-o partido, o vencedor do TLSM amuou e mamou uma garrafa de penalti.

 

 

Termino partilhando alguns exercícios de descompressão recomendados pelo departamento médico da EDV-Viana Trail. Realizem-nos 1h após a prova e prometo-vos de que no dia seguinte sentir-se-ão como novos. São exercícios anti-empeno. Em baixo, em primeiro plano, vemos o nosso Presidente a descomprimir os meus glúteos com a sua zona pélvica. Em segundo plano, temos o nosso Director Técnico a alongar os Isquiotibiais da nossa campeã Fernanda Verde. Não têm de quê.

 

13092144_10153567540374599_2173060409505433036_n.j

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D