Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

Sopa da Mamã Campeonatos Nacionais de Trail

por Pedro Caprichoso, em 27.10.15

10368235_324809177642748_7020351394610390652_n.jpg

 

O circuito de provas que farão parte dos Campeonatos Nacionais de Trail, Trail Ultra e Trail Ultra Endurance foram ontem divulgados. A grande novidade para 2016 passa pela parceria firmada entre a ATRP e a maior loja asiática de suplementação desportiva. A “Sopa da Mamã” dará assim nome aos doravante designados Sopa da Mamã Campeonatos Nacionais de Trail, Trail Ultra e Trail Ultra Endurance.

 

 

O melhor do vídeo acima publicado é a música e o grafismo. Quanto às provas, estou em completo desacordo. Segundo um espião que temos a trabalhar infiltrado na ATRP, o critério de selecção das provas corresponde aos destinos de férias dos dirigentes da ATRP. Está mal, é uma vergonha e é por isso que este país não anda para a frente. A meu ver, o critério mais justo passaria por seleccionar as provas mais próximas da minha área de residência. De preferência próximas o suficiente para que eu não precise de tirar o meu Mini Cooper S da garagem da minha Vivenda de 5 assoalhadas.

 

Sem Título.jpg

 

Muitos criticam o facto de nenhuma prova do Sopa da Mamã Campeonato Nacional de Trail se disputar acima de Vouzela (Viseu). “Esqueceram-se do norte”, dizem eles. Isso, a mim, não me chateia absolutamente nada. É para o lado que eu durmo melhor e é-me igual ao litro. Digo-vos mais: tanto se me dá como se me deu. Espero não chocar muita gente com esta declaração: a verdade verdadinha é que o Sopa da Mamã Campeonato Nacional de Trail  não interessa a ninguém… nem ao menino Jesus. Por alguma razão os melhores atletas nacionais disputam apenas o Circuito de Trail Ultra e o Circuito de Trail Ultra Endurance, e não existe nenhum Campeonato do Mundo de Trail Curto. Um atleta experiente a disputar o Campeonato de Trail Curto é o equivalente a um motociclista quarentão a disputar o Campeonato do Mundo de Moto 3.

 

O Trail Curto só faz sentido para o pessoal que se inicia no Trail, para atletas jovens com potencial (de que é exemplo o Romeu Gouveia) e para os Ultras ganharem ritmo competitivo. Fora isso, bah... Dito isto, fiquei extremamente excitado – para não dizer molhado – ao saber que o Poiares Trail fará parte do Circuito. Eles merecem. É gente boa. Se este ano lá for outra vez, é para ganhar... e depois posar para as fotos e cagar-me no facebook.

 

18451511_ulVTr.jpeg

 

É muito curioso verificar que os mais críticos do Calendário dos Campeonatos são justamente aqueles que menos correm e, consequentemente, aqueles que supostamente menos interesse teriam em disputá-los. Não estou a dizer que as críticas não são válidas. Acho é simplesmente adorável que aqueles que mais criticam o calendário são os mesmos que desvalorizam a competição, afirmando que o mais importante é a camaradagem e o divertimento. Ora, se a competição não vos interessa, qual o vosso interesse no local onde esta se disputa?

 

No entanto, não vou negar que fiquei bastante surpreendido pela presença no calendário de uma prova disputada no Algarve. A primeira coisa que me ocorreu foi: Será esta a Maratona das Areias à Portuguesa? Queres ver que vamos correr nas dunas e nas arribas! Afinal, parece que a prova disputar-se-á na Serra de Monchique (cuja altitude máxima é de 902m) e que o padrinho da prova será o Joaquim Monchique (cujo guarda-roupa contém 902 peças de roupa).

 

600.jpg

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D