Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

Tarântula

por Pedro Caprichoso, em 16.09.16

creepy-smoking-spider-man.jpg

 

A mão procura. Primeiro, nos bolsos da mochila. Depois, nos do casaco. Por fim, nos dos calções. Toda e qualquer entrada, cavidade, brecha ou fenda é mexida e remexida. Nem o diminuto compartimento dos calções (destinado ao transporte de chaves) escapa. Como uma serpente no covil de um pequeno roedor, o indicador infiltra-se sorrateiramente na furna de maneira a encurralar a presa. Debalde. Apesar de meia dúzia de tentativas desesperadas, por meio de múltiplos movimentos rotativos, a sondagem salda-se por um preservativo usado, quatro comprimidos de imodium rapid, duas moedas de 2 cêntimos e uma quantidade indeterminada de cotão.

 

A mão parece ter vida própria. Com um pouco de imaginação, pela forma como se movimenta, mais parece estarmos na presença de um aracnídeo. Quiçá uma tarântula. Os dedos—quais patas—locomovem a mão ao longo do tronco do atleta não identificado na sua inexorável demanda por uma entrada, cavidade, brecha ou fenda dentro do raio de alcance do respectivo braço.

 

Fábio Aru, legítimo proprietário da mão em causa, ignora as movimentações protagonizadas por esta. Os seus pensamentos encontram-se absortos no estudo do perfil do GTSA—Grande Trail Serra D’Arga. Estuda-o como se estivesse a ler as instruções do exame de gravidez que a namorada lhe mandou comprar.

 

A mão direita procura. A mão direita procura e não acha.

 

Fábio finalmente apercebe-se do descontrolo da sua mão ao ser confrontado com uma pergunta que o faz regressar à realidade: “Tens o track do GTSA?”

 

Dizem que o percurso este ano sofreu bastantes alterações.

 

Terra chama Fábio Aru. Terra chama Fábio Aru.

 

Fábio acorda estremunhado e julga-se possuído pelo génio de um pianista, tocador de flauta ou programador informático—tal a hiperactividade da sua mão direita. Inicialmente paralisado, Fábio toma rapidamente conta da ocorrência, permitindo à simétrica passar de simples testemunha a agente de autoridade. Deparando-se, naquela noite quente de Verão, com a incredulidade dos presentes na sede da EDV-Viana Trail, Fábio detém a mão direita com a mão esquerda e exclama em jeito de explicação:

 

“Deixei os cigarros de chocolate há 5 dias.”

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D