Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TOP MÁQUINA

Eu faço Trail e sou uma Máquina. E isso é Top!

TRILHOS NA CIDADE? ONDE?

por Pedro Caprichoso, em 17.09.15

Com os Urban Trails de Lisboa e Porto à porta, importa ‘voltar à vaca fria’ e questionar que sentido faz usar o termo “Trail” na cidade.

 

904021_617191868309462_1882397384_o.jpgQuero deixar bem claro que não estou aqui para fazer juízos de valor. Não estou aqui para vos tentar convencer que o Trail em meio natural é melhor do que o Trail em meio urbano. Não é isso que está em causa. Gostos não se discutem.

 

Venho, isso sim, questionar simplesmente o facto de se associar o termo "Trail" a uma corrida feita na cidade. Porque não chamar-lhe outra coisa qualquer? Que tal “Urban Run”? “City Run”? “Street Run”? Ou, porque não, em bom português, tão-simplesmente “Corrida de Rua”? Sei lá. Puxem pela imaginação.

 

Porquê “Trail”? Apenas porque tem partes técnicas com bastante desnível? Isso chega para levar o carimbo de “Trail”? É que isso são apenas dois dos aspectos inerentes ao Trail Running. E a Natureza? E a Montanha? Não será isso mais importante?

 

A pergunta dos 10 milhões de euros é esta: Onde estão os trilhos na cidade?

 

Chamem-me conservador e bota-de-elástico, mas eu não consigo conceber o “Trail” sem ser na Natureza – e não me venham dizer que existe o conceito de “Natureza Urbana”, porque não existe. Vou mais longe: a Natureza, para mim, é o elemento essencial do Trail. A meu ver, por exemplo, é mais Trail uma prova plana disputada na natureza sem dificuldade técnica do que uma prova com muito desnível e tecnicidade disputada na cidade. São opiniões.

 

O conceito de "Trail Running", cuja origem remonta aos Estados Unidos, a meados da década de 70, está intimamente ligado à Natureza e à Montanha – e não tem nada a ver com o Ambiente Urbano. Estarei a dizer alguma asneira?

 

O que é que se segue? O “Track Trail”? O “Road Trail”? O “Gym Trail”? Pois para isso bastará introduzir obstáculos artificiais com muito desnível e dificuldade técnica em pistas, estradas e ginásios.

 

Eu crítico a utilização da palavra "Trail" no "Urban Trail" da mesma maneira que crítico a sua utilização noutro tipo de provas que, embora se disputem na natureza, nada têm a ver com o "Trail". Exemplo: seria como se os organizadores da “Marathon des Sables” mudassem o nome da prova para "Ultra Trail des Sables", visto que correr no Deserto também pouco ou nada tem a ver com o conceito de "Trail Running". Percebem onde eu quero chegar?

 

A verdade é esta: as organizações deste tipo de eventos apropriam-se da palavra “Trail” porque o Trail está na moda – e esperam com isso atrair mais participantes. Essa é a única razão pela qual o fazem.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D